DAS-MEI: O que é, para que serve e como emitir

DAS MEI é uma contribuição mensal devida pelo microempreendedor individual, referente ao pagamento dos impostos obrigatórios do Simples Nacional.

Com valor baixo e fixo, é a única obrigação fiscal com a qual o microempreendedor deve se preocupar. Diferente de outras empresas, o MEI tem acesso aos benefícios sociais e às vantagens de ser empreendedor com um custo bastante reduzido.

Atualmente, o DAS-MEI custa R$ 53,25 para comércio e indústrial, R$ 57,25 para atividades de serviços e R$ 58,25 para comércio e serviços.

Entenda o que é, para que serve o DAS e como emitir as guias para pagamento. Ao final, ainda damos dicas de como melhorar a gestão da sua empresa para fazer crescer os seus resultados!

Neste artigo, você saberá:

  • O que é o DAS-MEI e qual sua importância
  • Como emitir e pagar o DAS-MEI
  • Benefícios de contribuir com o DAS-MEI
  • Principais dúvidas sobre o DAS-MEI
  • O que é e como funciona o App MEI
  • Como o Bom Controle pode ajudar MEI

Boa leitura!

Sistema ERP na Nuvem

Automatize a Gestão da sua empresa de forma integrada entre os setores

Conheça agora!

TESTE GRÁTIS

O que é o DAS-MEI e qual sua importância

O DAS é o Documento de Arrecadação do Simples Nacional, uma obrigação fiscal de todo microempreendedor individual (MEI).

Um das vantagens de ser MEI é a baixa tributação. Diferente de outros enquadramentos, em que o valor dos impostos variam conforme o lucro, o MEI paga um valor fixo e simbólico.

Dessa forma, é um incentivo para que empreendedores formalizem sua atuação profissional e contem com os benefícios de ter um CNPJ.

O que é o DAS-MEI e qual sua importância
O DAS-MEI é uma contribuição mensal devida pelos microempreendedores individuais.

Portanto, fique atento: o DAS é uma contribuição mensal, de valor fixo e passível de juros em caso de inadimplência. Ao pagar o que é devido, você paga, automaticamente:

  • R$ 5 de ISS, caso sua atividade seja um serviço;
  • R$ 1 de ICMS, se for uma indústria ou um comércio;
  • 5% do salário mínimo, para o INSS.

Por que pagar o DAS

Ser um microempreendedor individual é uma oportunidade oferecida pelo governo para formalizar atividades autônomas, dando aos empreendedores os benefícios e direitos de qualquer outro empresário e profissional, como, por exemplo:

  • Ter um CNPJ;
  • Possibilidade de emitir notas fiscais;
  • Expedição do alvará;
  • Direitos sociais, como auxílio doença, auxílio maternidade e aposentadoria.

Além disso, ser MEI ter outras vantagens, como:

  • Isenção de impostos como Imposto de Renda, PIS, Cofins, IPI e CSLL.

No entanto, para que o MEI possa exercer suas atividades, o pagamento da DAS-MEI deve estar em dia. Em caso de inadimplência, além dos juros aplicados sobre o valor, o profissional pode ter seu CNPJ cancelado.

Somente tendo em dia as obrigações que o MEI poderá contar com os benefícios dessa categoria. Por isso, fique atento aos vencimentos e mantenha o pagamento da sua arrecadação sempre no vencimento.

Se você ainda não é MEI, saiba como fazer seu cadastro e outras informações importantes em nosso post: O Microempreendedor Individual – MEI – Saiba tudo.

Como emitir e pagar o DAS-MEI

Como emitir e pagar o DAS-MEI
O DAS-MEI é gerado pelo site do Portal do Empreendedor e deve ser pago todos os meses.

Se você já tem o seu cadastro de MEI e precisa pagar a primeira contribuição mensal, saiba que existem três formas de pagamento que são aceitas: débito automático, pagamento online ou boleto.

Leia também:  Por que é importante conseguir o Capital Social?

Para emitir a guia de pagamento, confira o passo a passo a seguir:

  1. Acesse o site: portaldoempreendedor.gov.br;
  2. Clique no botão “Serviços”, na aba “Já sou um microempreendedor individual);
  3. Selecione a opção “Pague sua contribuição mensal”;
  4. Escolha uma das opções de pagamento disponíveis;
  5. Identifique-se, informando o CNPJ da sua empresa;
  6. Clique em “Emitir guia de pagamento”;
  7. Informe o ano calendário referente ao pagamento. Se você está com suas obrigações em dia, você irá selecionar o ano atual;
  8. Selecione a parcela que está em aberto e clique em “Emitir DAS” para geração de boleto ou “Pagar online” para integração automática com o internet banking do seu banco.

Observe que, em caso de atraso, o próprio sistema já irá calcular os juros devidos, emitindo o boleto com o valor atualizado.

Quando pagar o DAS-MEI

O DAS-MEI é uma contribuição mensal, portanto, deve ser paga todos os meses caso você não queira arriscar o cancelamento do seu MEI ou o pagamento de juros por atraso.

O vencimento do DAS-MEI é todo dia 20. Lembre-se de gerar a guia de pagamento e manter em dia sua obrigação como microempreendedor individual.

Em caso de não pagamento, o empreendedor não poderá gerar a DASN-SIMEI, a declaração anual de faturamento, que deve ser realizada até o dia 31 de Maio de todos os anos.

Por isso, se você esqueceu de pagar suas contribuições mensais, lembre-se de colocar os pagamentos em dia até a data limite de entrega da declaração anual, para evitar problemas ainda maiores.

Automatize a gestão da sua empresa

Automatize a Gestão da sua empresa de forma integrada entre os setores

Conheça agora!

TESTE GRÁTIS

Benefícios de contribuir com o DAS-MEI

O DAS-MEI, como vimos, é uma das poucas responsabilidades e obrigações de um microempreendedor individual. O objetivo, com isso, é facilitar para que mais profissionais regularizem suas atividades.

Dessa forma, o governo incentiva o surgimento de novos negócios, a criação de empregos e o aquecimento da economia, valorizando o empreendedor e oferecendo os benefícios que empresas de portes maiores já possuem.

O pagamento da DAS-MEI permite que o registro do profissional independente continue ativo, dando acesso a direitos como auxílio-doença, aposentadoria e auxílio-maternidade.

Lembrando que o microempreendedor individual conta, também, com a isenção de diversos impostos que assombram a vida dos grandes empresários: a única obrigação, de fato, é o DAS-MEI, que além de ter um valor baixo é, também, um valor fixo.

Ou seja: pode faturar à vontade (respeitando, claro, o limite anual para este enquadramento), mas realize os pagamentos mensais da sua contribuição.

Principais dúvidas sobre o DAS-MEI

Ainda ficou em dúvida sobre o que é o DAS-MEI e para que ele serve? Então, confira a relação de perguntas e respostas mais comuns.

Se, ao final da leitura, você ainda tiver alguma dificuldade ou questionamento, deixe um comentário! Faremos o possível para lhe ajudar.

– O que acontece se atrasar o DAS?

Caso você tenha esquecido de pagar o DAS no vencimento, você poderá gerar uma nova guia para pagamento, dentro do Programa Gerador do Documento de Arrecadação (DAS) para o MEI.

No entanto, o valor será atualizado com os juros. Se você ficar muito tempo sem pagar sua contribuição mensal, saiba que o seu MEI poderá ser cancelado.

Leia também:  NFe - Saiba tudo sobre a nota fiscal eletrônica

– É possível parcelar o DAS?

Se você tiver muitos meses de atraso e encontrar alguma dificuldade para o pagamento dos valores, é importante saber que o parcelamento pode ser realizado.

Para isso, é muito simples: basta acessar o programa, disponível do site do Portal do Empreendedor, escolher as guias em atraso e clicar em “Solicitar parcelamento”.

O parcelamento pode ser realizado em até 60 vezes, desde que a parcela mínima seja no valor de R$ 50.

– E se não pagar mais o DAS-MEI?

Se você não pagar a contribuição mensal, o seu CNPJ pode ser cancelado. Com isso, você perde o direito de emitir nota fiscal e atuar como microempreendedor individual.

É importante reforçar que o DAS-MEI é a única contribuição obrigatória do microempreendedor. Comparado com a bateria de impostos e obrigações dos empresários, e considerando o valor baixo e fixo do DAS, não há, realmente, nenhuma necessidade de você ficar inadimplente.

– O valor do DAS-MEI é alterado de quanto em quanto tempo?

A contribuição mensal do MEI é atualizada sempre que houver alteração no salário mínimo.

Isso porque parte do valor do DAS é referente a 5% do salário mínimo, para fins de contribuição com o INSS (o que lhe garante os benefícios sociais mencionados no início deste texto).

Se você alterar sua atividade de comércio para serviço, por exemplo, o valor também será alterado para você, já que sobre serviço é cobrado um valor de ISS.

– MEI inativo deve pagar o DAS?

Se você não tiver nenhuma movimentação (emissão de nota fiscal, por exemplo), você, ainda assim, deverá pagar o DAS.

Caso você queira encerrar o seu MEI e, assim, não ficar em dívida, você deve:

  1. Quitar os DAS em aberto.
  2. Solicitar a baixa do seu registro como MEI.

A solicitação de baixa é gratuita e deve ser realizada no próprio Portal do Empreendedor, site do Governo Federal.

O que é e como funciona o App MEI

O que é e como funciona o App MEI
O aplicativo MEI é uma forma do microempreendedor acessar informações essenciais para sua atividade de forma rápida e fácil.

Com o App MEI, disponível para Android ou iOS, fica mais fácil de você manter o seu CNPJ em dia.

No aplicativo, você pode consultar e emitir boletos para pagamento do DAS, além de acessar as informações do seu cadastro de forma rápida.

Confira as principais funcionalidades do APP MEI e baixe o seu agora mesmo!

  • Consulte seu CNPJ e situação atual;
  • Consulte seus débitos em aberto;
  • Emita o Documento de Arrecadação do Simples Nacional (DAS), obrigação mensal de todo MEI;
  • Acesse informações gerais sobre o regime tributário;
  • Teste seus conhecimentos como microempreendedor individual.

Como o Bom Controle pode ajudar MEI

Se você já é MEI ou pretende fazer o seu registro, saiba que existem desafios como em qualquer outra empresa.

Uma das dificuldades do microempreendedor, por exemplo, é conseguir separar as contas pessoais das contas da empresa.

Não importa se o seu negócio é composto somente por você: para a saúde financeira (sua e da sua empresa), é fundamental que você mantenha o controle e a divisão dos gastos pessoais com os profissionais.

Leia também:  5 dicas de vendas para o Dia dos Namorados

Assim, você conseguirá avaliar com clareza se a sua empresa está ou não dando os resultados esperados.

Além do financeiro, para um bom desempenho do seu negócio, é importante que você atente para questões como:

  • Qualidade dos processos e entregas;
  • Padronização;
  • Controle de estoque;
  • Planejamento de vendas;
  • Relacionamento com os clientes;
  • E muito mais.

Por isso, queremos dar uma dica: com um sistema de gestão integrado, você simplifica sua rotina e profissionaliza sua atividade.

Dessa forma, oferece mais qualidade ao cliente (em todas as etapas do seu processo), mantém o controle das suas finanças, avalia indicadores de desempenho e melhora a percepção do mercado sobre o seu negócio, agregando valor à sua atividade.

Com o sistema BomControle você tem acesso a diferentes módulos para gerenciar o seu negócio de um jeito simples e totalmente integrado. E o melhor: é tudo online e você paga por usuário.

Ou seja: não precisa investir em um sistema robusto como os modelos mais antigos, em que você compra o programa, instala em seu computador e precisa de treinamento, suporte e manutenção com frequência.

Com o BomControle você cria um usuário, configura sua empresa e tem todos os dados disponíveis online, com atualizações automáticas conforme evoluir o sistema. Você economiza tempo e foca no que realmente interessa: o crescimento do seu negócio.

Conheça as principais funcionalidades:

Experimente o sistema BomControle de forma gratuita, por 15 dias!

Controle sua empresa de onde você estiver!

Automatize a Gestão da sua empresa de forma integrada entre os setores

Conheça agora!

TESTE GRÁTIS

Conclusão

Conclusão DAS MEI
O DAS é uma obrigação indispensável para manter ativo o seu cadastro como microempreendedor.

O DAS-MEI é uma obrigação mensal do microempreendedor individual, sendo a única taxa de pagamento devida pela categoria.

Com valor baixo e fixo, é o suficiente para cobrir os impostos devidos pelas empresas do Simples Nacional, incluindo o INSS, que garante os benefícios sociais ao microempreendedor.

Ainda assim, muitos acabam esquecendo de pagar a contribuição, arriscando o cancelamento do CNPJ e o pagamento de juros sobre o valor.

Por isso, mantenha o controle dos vencimentos do DAS-MEI através de um sistema que ofereça uma boa gestão financeira e evite custos desnecessários. Conheça o BomControle!

Para outras dicas de empreendedorismo e gestão, confira os artigos que separamos para você:

Envie ou compartilhe este artigo