Método SMART como estratégia de Vendas

Método SMART como estratégia de vendas

No mundo dos empreendimentos, existem diversas técnicas para dar o pontapé inicial em uma nova ideia ou meta, e o método SMART é um deles!

Antes de tomar qualquer decisão ou iniciar um projeto, é preciso cogitar todas as possibilidades e analisar quanto será investido em relação ao retorno previsto.

Leia também “Análise SWOT: O que é e como fazer em sua empresa” para desenvolver uma ideia inteligente ao seu empreendimento.

Neste post, você vai entender o que é o método SMART e como ele pode auxiliar sua empresa a alcançar grandes metas de sucesso.

O que é o método SMART

Basicamente, o método SMART é uma ferramenta utilizada para analisar o potencial de uma meta e, assim, iniciar um planejamento efetivo para alcançá-la.

A técnica foi desenvolvida pelo famoso pai da administração, Peter Drucker. O consultor de negócios se tornou famoso ao desenvolver práticas de organização para finanças empresariais.

Por meio de 5 pontos de análise, o método SMART ajuda a determinar o quão estruturada está uma meta e quais pontos precisam ser melhorados.

Com esta informação, é possível desenvolver um planejamento mais efetivo e pontual, com foco nos pontos fortes e fracos do projeto.

O que são as Metas SMART?

Método SMART para que serve
O método SMART é utilizado para estabelecer uma meta de sucesso.

O termo SMART consiste na união das iniciais de cada conceito analisado pela técnica, formando a palavras SMART que, em português, significa “inteligente”.

Cada um dos conceitos representa uma característica que é essencial para tornar uma meta alcançável e efetiva para o crescimento da empresa.

É interessante que a meta atenda todos os requisitos, mas nem sempre isso acontece, e isso não significa que o plano é um fracasso.

Na verdade, o método SMART auxilia o empreendedor a fazer um plano que remedie as fraquezas e ressalte as forças.

Conheça os conceitos do método SMART e como eles são importantes aos objetivos do seu empreendimento.

– Specific (específica)

Primeiramente, é importante que uma meta seja específica e focada. Desta forma, o entendimento da ideia se torna mais rápido e objetivo.

Por exemplo, você surge com uma proposta para inovar o processo de produção, mas como? Por meio de treinamento da equipe? Compra de equipamentos mais tecnológicos?

Quanto mais objetiva é uma meta, mas fácil é de se identificar quais técnicas são necessárias para torná-la realidade.

Para te ajudar a cumprir este ponto do método SMART, reunimos algumas perguntas que devem ser respondidas nesta etapa:

  • Para que serve esta meta?
  • Quais números ou dados você espera como resultado?
  • Quem serão as pessoas e técnicas envolvidas?

– Measurable (mensurável)

Tanto para basear e fundamentar a meta, quanto para criar referências de resultados, é preciso utilizar números no planejamento.

Por mais distante da matemática que seja o seu objetivo, há sempre uma forma de reunir dados numéricos na estruturação da meta, assim como na análise dos resultados do planejamento, para descobrir se o objetivo foi alcançado ou não.

Além disso, é preciso escolher um indicador para analisar o andamento e o resultado do projeto. É o principal método para descobrir se o sucesso foi atingido ou não e, desta forma, aplicar melhorias no planejamento.

– Achievable (alcançável)

Nesta etapa, é hora de se perguntar “esta meta é possível de se alcançar? É possível conquistar os resultados esperados?”.

É claro que todos os empreendedores esperam que suas empresas cheguem ao topo do sucesso, entretanto, é essencial ser realista e dar um passo de cada vez para chegar até o tão desejado sucesso.

Além disso, o requisito “alcançável” também questiona se os parceiros e a equipe estão de acordo com o projeto, para que ele seja desenvolvido da melhor forma possível.

Nesta fase, também é interessante que você responda algumas perguntas antes de seguir em frente:

  • O ambiente externo traz benefícios ou dificuldades para o projeto?
  • A equipe tem tudo o que precisa para atingir a meta?
  • O produto ou serviço oferecido possui um diferencial em relação à concorrência?

– Relevant (relevante)

Para que sua meta realmente represente um passo significativo no crescimento da empresa, é preciso analisar o quão relevante ela é para o empreendimento.

Leia também:  Como tornar a emissão de notas em prefeituras mais eficiente?

Sendo assim, é preciso analisar quais são as necessidades e prioridades da empresa. É possível que um projeto de meta seja ótimo, mas não é o que o empreendimento precisa no momento.

Além disso, é fundamental descobrir se a meta está de acordo com os valores e o perfil do negócio, para garantir que a essência da marca se mantenha para os parceiros e clientes.

– Time-based (prazo)

Por fim, é preciso determinar um prazo de realização da meta, tendo em mente todos os conceitos anteriores.

Ao criar um tempo limite para o desenvolvimento do projeto, fica mais fácil direcionar a produtividade da equipe e dividir as tarefas.

Entretanto, é preciso estabelecer um prazo realista, já que, geralmente, os funcionários não podem largar todas tarefas de rotina para se dedicar apenas ao projeto.

É importante seguir as datas e prazos à risca, para manter o planejamento fluindo e chegar à meta o mais rápido possível.

Motivos para aplicar o método SMART

Além de auxiliar o desenvolvimento de metas e planejamentos, o método SMART pode trazer outros benefícios à rotina da sua empresa e até mesmo aos hábitos dos seus funcionários.

O conceito é essencial para aprender a criar metas e estabelecer planejamentos de forma assertiva, o que pode ser levado para outras atividades da empresa além da projeção de objetivos.

Conheça os 4 principais motivos para aderir ao método SMART e deixar que seus resultados reflitam além das metas e planejamentos.

– Exercício da autodisciplina

Caso você perceba que você mesmo ou sua equipe possuem dificuldade de focar a atenção em um único projeto ou atividade, isso pode mudar com o método SMART.

Como mencionamos anteriormente, um dos requisitos SMART é o prazo, ou seja, ele deve ser seguido à risca. Para que isso aconteça, é preciso que todos funcionários se dediquem ao sucesso do projeto e realização da meta.

Sendo assim, é possível melhorar a autodisciplina e capacidade de foco por meio da prática do método SMART.

– Permite que o potencial da empresa seja explorado

Por meio do método SMART, é possível estabelecer metas realistas, porém que desafiam o empreendedor e levarão a empresa ao próximo nível.

Sendo assim, é o meio que você precisa para explorar os limites do seu empreendimento e descobrir o verdadeiro potencial que ele tem, principalmente de crescimento.

– Foco na essência do objetivo

Um dos conceitos do método SMART é relevância, mas ele também pode ser interpretado como “realismo”, ou seja, é a análise da coerência entre a meta e o perfil da empresa.

Desta forma, é possível determinar metas e planejamentos que estão completamente alinhados com a essência do empreendimento.

É essencial projetar planos de crescimento, mas é ainda mais importantes que eles continuem representando os valores da empresa.

– Destaque para as prioridades

Como mencionamos anteriormente, nem sempre um projeto bem estruturado é a medida que a empresa precisa tomar paraguir em expansão.

Sendo assim, as maiores necessidades do empreendimento são colocadas em destaque e são desenvolvidas metas para remediar os pontos fracos do negócio e destacar as forças no planejamento.

<spangstyle=”font-weight: 400;”>Caso você não saiba por onde começar na hora de projetar metas, comece a listar todas as prioridades da empresa, como os pontos que podem ser melhorados ou as habilidades que precisam ser lapidadas.

Onde aplicar o método SMART

Por mais que seja mais utilizado para projetos de expansão e inovação, o método SMART pode ser utilizado para o início de planejamento de qualquer ação empresarial.

Até no âmbito pessoal, por exemplo, é possível aplicar melhorias as suas metas e objetivos por meio dos conceitos SMART.

Com isso, é possível perceber que o método pode ser aplicado em diferentes setores da empresa e também em empreendimentos de todos os portes.

Vantagens do método de metas SMART para vendas

Como estratégia de vendas, o método SMART é ideal para projetar ações que levem a resultados específicos e baseados em dados já conhecidos pela empresa.

Leia também:  Gestão de relacionamento com o cliente (CRM) aumenta a rentabilidade da empresa?

Por exemplo, supondo que você quer aumentar o número de vendas em uma determinada região em cerca de 20%, no prazo de 2 meses.

Ao estabelecer uma meta específica como essa e alinhando todos os passos do planejamento com a equipe, cada ação se torna mais efetiva e são altas as chances de alcançar o sucesso do objetivo.

Sendo assim, o método SMART é ideal para a aplicação de novas ações e estratégias, garantindo um desenvolvimento organizado e o resultado da meta.

Por que definir metas?

É importante determinar metas, por mais simples e menores que pareçam, para otimizar o tempo da equipe e direcionar a produtividade para um projeto que realmente trará resultados a sua empresa.

Já imaginou chegar no seu trabalho e não ter ideia nenhuma do que você deve fazer? Até a mais flexível das rotinas precisa de um pouco de planejamento e organização para cumprir algum propósito.

É preciso saber qual é a direção para que o empreendimento está sendo direcionado, para entender qual é o objetivo que está sendo buscado e quais são as técnicas que devem ser colocadas em ação para chegar o lugar de sucesso.

Diferença entre metas e objetivos

Método SMART - Diferenças entre metas e objetivos
É importante definir metas e objetivos para direcionar as atividades da empresa.

Ambas palavras possuem significados muito parecidos e costumam ser confundidos, mas a verdade é que elas representam diferentes passos de uma jornada.

O objetivo representa o maior sonho da empresa. Por exemplo, uma empresa de vendas que ser a maior no mercado, com grandes números de venda.

Já as metas, são as pequenas missões que devem ser cumpridas para realizar o objetivo. Sendo assim, cada etapa planejada no caminho do objetivo é classificada como uma meta realizada.

Um objetivo é dificilmente realizado se as metas não são planejadas anteriormente. Além disso, o empreendimento se fortalece e aprende com cada etapa antes mesmo de chegar ao sucesso.

Como traçar uma meta SMART

Quando falamos sobre o estabelecimento e planejamento de meta, parece um processo complexo, mas a verdade é que ele não é tão complexo quanto parece, e ainda é essencial para alcançar resultados.

Como mencionamos anteriormente, antes de criar uma meta a partir do nada, é interessante considerar as prioridades e necessidades da empresa, para criar um projeto que seja realmente relevante.

Além disso, é interessante reunir o máximo de dados e informações da empresa para fundamentar a meta e estabelecer um parâmetro de comparação para os resultados futuros.

A equipe envolvida na meta precisa estar alinhada e de acordo com o projeto para que ele se desenvolva de forma efetiva e dentro do prazo.

Dicas para iniciar uma ação SMART

Se você não sabe por onde começar a planejar uma meta e adotar o método SMART, nós temos algumas dicas que podem te ajudar e ainda facilitar ainda mais o processo.

O início de um novo hábito e projeto pode parecer desafiador, mas é sempre uma atividade que traz crescimento, tanto ao empreendimento quanto a todos envolvidos.

Confira 5 dicas essenciais para dar o pontapé inicial na sua meta com o método SMART.

– Aumente a dificuldade aos poucos

Principalmente no caso de metas desafiantes, é interessante aumentar a dificuldade ou complexidade das atividades aos poucos.

É importante adotar este método para que a equipe se acostume com o objetivo da tarefa e também com as técnicas aplicadas.

Desta forma, não ocorre um choque ou pânico inicial em que ninguém sabe muito bem o que fazer, tudo ocorre de forma mais natural e, consequentemente, produtiva.

– Organize o tempo

Como mencionamos anteriormente, na rotina de uma empresa, é natural que todos tenham suas tarefas fixas e nem sempre possam se dedicar completamente a um único projeto.

Sendo assim, é essencial dividir bem o tempo, para que tanto as tarefas rotineiras quanto a nova meta recebam a atenção que merecem.

Mesmo que seja possível dedicar todo o tempo de trabalho no projeto, é interessante dividir o período em blocos para atividades diferentes.

Desta forma, o dia de trabalho não se torna monótono e a produtividade da equipe é prejudicada.

– Aprenda com os erros

É comum que algum erro aconteça aqui e ali durante o desenvolvimento de uma meta, mas é importante não deixar que tudo se acabe por conta disso.

Leia também:  7 dicas para deixar os seus processos financeiros no piloto automático

A verdade é que um ou vários erros podem apresentar pontos de aprendizado ou melhoria no planejamento.

Adotar uma visão mais positiva é essencial para manter o projeto em andamento e também para motivar os funcionários a também receberem os eventuais erros com esta visão.

– Documente o progresso

É essencial registrar cada etapa do processo, tanto as atividades quanto as transformações nos resultados gerados por elas.

Desta forma, é possível reunir material de análise e comparação que pode oferecer informações essenciais para a continuação do projeto.

Por exemplo, digamos que no meio do desenvolvimento da sua estratégia de vendas, os números começam a cair ao invés de subir.

A documentação e análise da informação permite que você busque pelos erros que estão causando o resultado incomum, para então remediá-lo.

– Uma meta por vez

É difícil disponibilizar tempo, dinheiro e atenção para diversas metas de uma vez só. Sendo assim, é interessante colocar apenas uma meta por vez, pelo menos por setor ou equipe.

Quando você divide a sua atenção e tempo em diversos projetos importantes, é muito provável que não conseguirá investir toda sua dedicação em todos eles.

Tenha calma e aposte em uma meta importante por vez, analise os seus resultados e então passe para o próximo passo.

É uma forma de garantir que cada meta seja realizada de forma ideal, chegando cada vez mais próximo ao objetivo principal do empreendimento.

Exemplo de uso do método SMART

Para colocar o método SMART em ação e mostrar como ele realmente funciona, vamos criar uma meta que passar por todos os conceitos da técnica.

Imagine que você possui uma empresa que vende árvores de natal, e você quer aumentar as vendas durante um período mais distante da data festiva, como o mês de setembro, por exemplo.

Vamos ver como esta meta pode passar por todos conceitos do método SMART de forma positiva:

  • Específica: aumentar as vendas de árvores de natal em 10% no mês de setembro;
  • Mensurável: ano passado, conseguimos vender cerca de 7% a mais do que o ano anterior durante o período em análise;
  • Alcançável: com o investimento em marketing digital e redes sociais, conseguimos alcançar um número maior de clientes e acreditamos que podemos melhorar a meta;
  • Relevante: é interessante aumentar as vendas durante o mês de setembro para gerar receita e preparar a empresa ainda mais para o período de maiores vendas;
  • Tempo: prazo de maio e julho (3 meses) para desenvolver as técnicas e colocá-las em ação em setembro.

Como validar objetivos

Para documentar todos os passos do desenvolvimento da meta e descobrir se os resultados esperados realmente foram atingidos, é interessante contar com o apoio de um programa de gestão financeira.

Por meio dele, você pode fazer os lançamentos das movimentações financeiras da empresa, reunindo todas informações em um único programa.

Com isso, é possível fazer relatórios específicos, de forma que você consegue acompanhar os resultados do desenvolvimento da meta.

O Bom Controle desenvolveu um software especializado para oferecer uma administração de finanças automatizada e simplificada.

Conheça a ferramenta por meio de um teste gratuito e entenda como ela pode transformar a rotina do seu empreendimento.

Conclusão

Método SMART - Conclusão
O método SMART é essencial para planejar as atividades e investimentos do negócio.

Com isso, é possível entender o método SMART como uma técnica fundamental para o planejamento de metas.

Por meio da prática, são altas as chances de alcançar o sucesso da sua meta, já que apenas as ideias e projetos classificados como alcançáveis são realmente colocados em ação.

Leia também:

Envie ou compartilhe este artigo