O Market Share das maiores empresas e como calcular o seu

Todo empreendedor que quer ver a sua empresa crescer, precisa entender o que é o market share e, assim, adotar as estratégias necessárias para fazê-lo crescer!

É preciso saber e entender a posição que você ocupa agora para então criar metas e planejamentos que te levem além.

O market share traz o tipo de informação essencial para que você crie planos mais objetivos e efetivos, visando um crescimento consistente.

Leia também “Método SMART como estratégia de Vendas” para aprender como valorizar suas novas ideias e estratégias.

Neste post, você vai entender o que é o market share, qual é a importância dele para seu empreendimento e como você pode aumentá-lo!

O que é Market Share ou Quota de mercado

Traduzido para o português, o termo market share significa quota de mercado, representando a participação de uma determinada empresa no mercado em que está inserida.

Basicamente, o market share representa o quão forte uma empresa é no segmento em que atua, assim como a forma que seu produto é recebido e avaliado pelo público.

Com isso, o market share pode ser utilizado para mensurar o crescimento da marca diante dos concorrentes.

Pode parecer que o conceito é interessante apenas para grandes marcas, mas a verdade é que pequenos empreendimentos podem utilizar a informação da mesma forma, basta pesquisar e calcular de forma mais limitada, considerando empresas do mesmo porte.

Qual a importância em se avaliar o Market Share

Para que você possa crescer e ganhar o seu espaço no mercado em que está inserido, é preciso conhecê-lo muito bem, e é isso que o market share proporciona.

Inicialmente, não interessa muito se você ocupa um grande ou pequeno percentual no mercado.

Primeiramente, é importante conhecer o seu lugar no mercado para medir valor do seu próprio empreendimento, para depois pensar em formas de valorizá-lo cada vez mais.

Entretanto, o ponto mais interessante do market share é que ele te auxilia a medir o seu progresso. É possível observar claramente quando você passa a ocupar um espaço maior ou menor de acordo com os resultados de uma estratégia aplicada.

Como calcular o Market Share de uma empresa

A primeira coisa importante para se aprender no cálculo do market share é que você define o tamanho do mercado em que está inserido e que deseja entender sua posição. Você que vai determinar o que considera como empreendimento similar e concorrente ao seu.

Por exemplo, você pode calcular a sua fatia de mercado em nível municipal ou até em escala nacional. Tudo depende da estratégia que você deseja colocar em prática e que pode ser elaborada pelo seu empreendimento.

Sendo assim, o primeiro passo de todos é estudar as empresas que podem ser classificadas como seus concorrentes para então iniciar o cálculo do market share da sua empresa.

– Volume de vendas

Nesta modalidade de cálculo, é preciso comparar o número das suas vendas com os resultados dos seus concorrentes.

Por exemplo, vamos supor que você vende sorvetes em uma cidade pequena e possui apenas dois grandes concorrentes. Você consegue os números de vendas de cada um deles, estabelece um período padrão e compara os números.

Desta forma, quem tem o maior volume de vendas pode ser considerado como aquele que possui a maior participação no mercado que está sendo avaliado.

– Número de clientes

Para este cálculo, é preciso saber quantos clientes potenciais o seu mercado possui e então determinar quantos deles você consegue atingir com seu produto.

Considerando que o mercado estudado tenha um total de 10.000 clientes potenciais e você atinge cerca de 2.000, é possível concluir que a sua empresa tem um market share de 20%.

Dependendo do seu resultado, você pode desenvolver estratégias de marketing e de relacionamento com o cliente que aumentem seus números e, consequentemente, sua participação no mercado.

– Faturamento

Essa modalidade de cálculo é bem parecida com a de volume de vendas, entretanto, ao invés de considerar apenas quantas compras foram feitas, é preciso calcular o valor que foi obtido por elas, ou seja, o faturamento.

Leia também:  Os tipos de crédito disponíveis para o MEI

Basta conseguir os mesmos dados sobre os seus concorrentes, somar todos os resultados para entender o que seria o faturamento total de vendas do mercado e descobrir qual é a participação dos seus resultados no meio disso.

Lembrando que é sempre essencial contextualizar os resultados. Por exemplo, quando você calcula o market share em nível municipal, é claro que conseguirá uma participação maior do que se calculasse em nível nacional. Números pequenos nem sempre representam resultados negativos.

Exemplos de Market Share de empresas em 2018

Você já entendeu como o cálculo do market share é feito, na teoria. Entretanto, para ilustrar melhor a solução e te ajudar a colocar o conceito na prática, nós reunimos alguns exemplos de market share.

É interessante ver dados e exemplos de outros empreendimentos para entender como o market share realmente representa a presença e os resultados de uma empresa dentro do mercado.

Confira alguns exemplos que te ajudarão a saber ainda mais sobre o funcionamento do market share!

– Adquirentes (credenciadoras)

Com base nos dados de 2016, o Fintechs elaborou o market share das grandes credenciadoras do Brasil, como a Cielo, Rede e Getnet.

No mercado em que está inserida, a Cielo se apresenta como líder, ocupando uma participação de mercado de 53%.

Em segundo lugar está a Rede, com um market share de 34%. Em terceiro lugar, mas com grande diferença numérica do segundo, está a Getnet, com uma participação de 8%.

As outras empresas classificadas como concorrentes ocupam uma fatia de mercado corresponde a 2% ou menos.

– Telefonia (Android e iPhone)

De acordo com dados de 2013, o Android possui a maior quota de mercado entre os sistemas operacionais para smartphones.

No fim do ano estudado, o Android chegou a atingir uma participação de mercado de 78%, desbancando o seu grande concorrente diante do público: a iOS.

Entretanto, os números da iOS mostram que a concorrência possui uma grande diferença entre um sistema e outro. Enquanto o Android ocupa maior parte do mercado, o iOS possui um market share de apenas 15%.

– Cerveja (Ambev)

Segundo números de 2014 que estudavam o mercado das cervejas, a Ambev é a grande líder no segmento, com um market share de 70%. O resultado foi obtido de acordo com as vendas das cervejas Skol, Brahma e Antarctica da marca.

A outras concorrentes no mercado são Heineken, Schin e Petrópolis. Entretanto, as três empresas unidas conquistaram uma quota de mercado de 30%, com grande diferença competitiva da Ambev.

– TVs por assinatura

De acordo com cálculos realizados em 2012, o grande líder de mercado no segmento das TVs por assinatura é a DTH, com um market share de 60%.

Enquanto isso, o segundo lugar é ocupado pela TV Cabo chegou a 38%, representando o segundo lugar e concorrente direto do DTH.

– Fast Food (Brasil)

De acordo com o Statista, a marca de fast food com maior participação de mercado em escala mundial é o McDonald’s. O resultado foi apresentado em milhões de dólares, e o resultado da marca foi 126.044.

O segundo lugar é ocupado pela Starbucks, com um faturamento de 44.503 milhões de dólares em 2018. O ranking é composto por mais 7 redes de fast food, veja os resultados abaixo:

  • Subway: 18.766 milhões de dólares;
  • KFC: 15.131 milhões de dólares;
  • Domino’s Pizza: 7.446 milhões de dólares;
  • Pizza Hut: 7.372 milhões de dólares;
  • Tim Hortons: 6.904 milhões de dólares;
  • Burger King: 6.555 milhões de dólares;
  • Taco Bell: 5.213 milhões de dólares;
  • Chipotle: 4.422 milhões de dólares.

– Bandeiras de Cartão de Crédito

A Fintechs também realizou a análise de market share das principais bandeiras de cartão de crédito do Brasil.

Em 2015, o Mastercard se mostrou como líder do mercado, ocupando um market share de 45%. O segundo lugar chegou bem perto do líder, a Visa ocupou uma quota de mercado de 44%.

Leia também:  Por que é importante conseguir o Capital Social?

As outras concorrentes como Amex, Elo e Hipercard representaram valores menores de 6% cada uma. Hipercard com 5%, Elo com 2% e Amex com 1%.

– Seguradoras

A Sincor-SP (Sindicato dos Corretores de Seguro de São Paulo) reuniu o ranking das maiores seguradoras de 2017.

Em primeiro lugar, foi apresentada a Bradesco, com uma participação de 24%, valor que representa o dobro da participação do segundo lugar. A concorrente direta da Bradesco é a Sulamérica, com uma participação de 12%.

O terceiro lugar é ocupado pela BB Mapfre, com uma quota de mercado de 10%. As posições seguintes ocuparam participações menores que 10%.

– Operadoras de telefonia

Em 2012 foi estudado o mercado da telefonia, determinando que o líder do segmento é a Vivo com um market share de 29%.

A Tim obteve uma quota de mercado de 26%, enquanto Clara ocupa 24% e a Oi 18%. É possível perceber que, nesse caso, as participações são bem distribuídas e não há diferenças grotescas entre os números de cada marca.

Como aumentar o Market Share da sua empresa

Agora você já sabe como calcular o market share e entende como ele determina a participação do empreendimento no mercado, assim como a vantagem competitiva que ele possui ou não.

Depois de calcular o market share e estudá-lo, chega o momento de adotar as estratégias e planejamentos necessários para fazer com que a sua quota de mercado cresça e sua marca se torne cada vez mais reconhecida pelo público.

Sendo assim, reunimos 6 dicas valiosas que podem te ajudar a dar o pontapé inicial nas ideias de aumento do market share. São princípios básicos que podem ser levados em consideração em qualquer planejamento e meta.

– Boa política de preços

Os preços dos seus produtos precisam estar de acordo com o perfil do seu público-alvo, para que a empresa realmente seja acessível ao grupo de clientes que busca alcançar.

Entretanto, existem diversos fatores que interferem nessa definição de preços. Por exemplo, é essencial analisar os seus concorrentes e a faixa de preços com que eles trabalham, para que você possa oferecer valores favoráveis ao cliente.

Além disso, você precisa definir o tipo de posição que você quer tomar no mercado. Por exemplo, você deseja cobrar preços mais altos e se estabelecer como uma empresa de alta qualidade ou oferecer preços baixos e se apresentar como uma marca acessível?

Por fim, é óbvio que os custos envolvidos na produção e venda das suas mercadorias devem ser levados em consideração. É preciso estudar os custos de fornecedores e processos que fazem com seu produto ou serviço chegue até o cliente.

Você pode organizar os valores investidos e recebidos por meio do sistema de gestão financeira do Bom Controle. Conheça mais sobre a ferramenta e como ela pode transformar a rotina da sua empresa com o teste gratuito de 15 dias.

– Estratégia de marketing

Para divulgar o nome da sua marca de forma que atinja especificamente o seu público e fortaleça a reputação da sua empresa, é preciso apostar em uma boa estratégia de marketing.

Quando você quer expandir sua participação no mercado e atingir um público mais amplo, é necessário adotar uma estratégia extremamente inteligente e efetiva.

O primeiro passo para qualquer planejamento de marketing é a definição do seu público-alvo. Você precisa entender como o seu cliente se comporta, quais são os seus hábitos e, principalmente, quais particularidades ele possui na hora de consumir.

É interessante apostar em datas comemorativas, por exemplo, para promover promoções e campanhas especiais, já que você pode atingir um público mais amplo e oferecer a ele uma oportunidade imperdível.

– Fidelização de clientes

Você já parou para pensar na quantidade de clientes que fazem compras únicas do seu produto? E se eles fossem clientes fiéis e fizessem compras regulares, como seriam os seus resultados de rentabilidade?

Por incrível que pareça, fidelizar clientes existentes é tão importante quanto buscar novos públicos. Entretanto, o processo precisa ser feito com cuidado e sempre considerando o perfil do seu cliente.

Leia também:  NFe - Saiba tudo sobre a nota fiscal eletrônica

É a hora de investir em uma comunicação pós-venda que faça com que o cliente nunca esqueça de você, além de oferecer um atendimento de qualidade, resolvendo todas as dúvidas e necessidades do visitante.

Por exemplo, você pode oferecer descontos e promoções exclusivas para clientes que já fizeram compras no seu empreendimento. Caso você tenha uma loja online, é interessante implementar um sistema de pontos, em que o cliente reúne mais pontos a cada compra, podendo revertê-los em benefícios posteriormente.

– Análise de concorrência

Você não pode esquecer que assim como você está buscando aumentar a sua participação no mercado, os seus concorrentes também estão.

Sendo assim, não basta analisar os concorrentes apenas na hora de desenvolver a estratégia de aumento e crescimento. É preciso estar sempre analisando e estudando os passos dados pelos seus concorrentes.

É necessário analisar cada um dos pontos de ação dos seus concorrentes, como o atendimento ao cliente, as promoções, inovações, etc.

O grande segredo por trás dessa análise constante do concorrente, é identificar as falhas que eles possuem, para então garantir que o cliente não encontre este mesmo problema na sua marca.

Os concorrentes também estarão buscando por falhas no seu empreendimento, o que é mais um motivo para você oferecer serviços impecáveis ao público e provar o seu grande diferencial.

– Atendimento de qualidade

Todo bom empreendedor sabe que o cliente vem sempre em primeiro lugar, sendo assim, é essencial oferecer um atendimento impecável ao público que chega até sua marca.

Um atendimento inadequado garante que o cliente jamais retorne ao seu empreendimento, e ainda há o risco que ele espalhe a palavra e reduza, pouco a pouco, o público que poderia se engajar com sua empresa.

Alguns clientes não se importam em gastar um pouco mais caso sejam garantidos que receberão um serviço ou produto de qualidade, acompanhado com um atendimento personalizado.

Sendo assim, é recomendado que você treine seus funcionários e esteja sempre de olho no atendimento, oferecendo feedbacks negativos e positivos para que sua equipe esteja sempre trabalhando para atender o cliente da melhor forma.

– Inovação

É interessante oferecer produtos e serviços que estejam sempre se aprimorando, ou seja, buscando por novos métodos e técnicas que ofereçam um resultado cada vez melhor ao cliente.

Entretanto, não é só o produto que pode ser inovado para atrair um novo público. A inovação na forma de atendimento ao cliente e até mesmo de entrega e distribuição do produto também podem fazer com que sua empresa atinja um novo público.

Além disso, é importante lembrar que a inovação é algo que deve estar sempre na mente do empreendedor. Há sempre melhorias para fazer e novas ideias para colocar em prática, sendo assim, o processo é constante e necessário para manter a marca relevante.

Assim como o seu empreendimento está buscando ser maior e melhor, seus concorrentes também estão. Desta forma, é essencial compreender a importância desse processo.

Conclusão

Por fim, é possível perceber que o market share é essencial para mensurar o crescimento do seu empreendimento e planejar metas de expansão e inovação.

Entretanto, é sempre importante relacionar os resultados ao contexto do mercado. Independente dos resultados, há sempre uma informação a ser estudada pelo empreendimento no market share.

Leia também:

Agora que você aprendeu tudo sobre a participação no mercado, como você acha que uma empresa pode ocupar mais espaço diante do público e de seus concorrentes? Compartilhe suas opiniões e dúvidas nos comentários.

Envie ou compartilhe este artigo