Crescimento empresarial no Brasil: um panorama sobre os altos e baixos da questão

Tempo de leitura: 6 minutos

Ao abrir seu negócio, todo empreendedor tem como meta o sucesso — e o crescimento é um dos mais fortes indicadores de que o objetivo está sendo alcançado.

No entanto, o crescimento empresarial no Brasil depende de fatores que vão além das paredes da empresa: o ambiente externo impõe desafios que exigem soluções criativas, ao mesmo tempo que apresenta oportunidades que instigam uma postura ativa e atenta.

Ter conhecimento a respeito das perspectivas para o empreendedorismo no Brasil é essencial para alavancar o próprio negócio e se proteger de eventuais crises. A seguir, apresentamos um panorama do cenário econômico atual do Brasil, seguido dos principais desafios para o desenvolvimento empresarial e de sugestões para enfrentá-los. Confira!

Cenário econômico atualClick here to see our sample offer!

O êxito de uma empresa depende, além de uma boa gestão, de muitos fatores externos ligados à economia nacional e internacional, à sociedade e às políticas governamentais. Assim, para compreender as perspectivas do crescimento empresarial no Brasil, é importante conhecer o cenário econômico em que vivemos.

Após alguns anos de intensa crise econômica e um dos mais longos períodos de recessão de sua história, a economia brasileira vem mostrando, ao longo de 2017, sinais de recuperação. Segundo relatório do Banco Central, a expansão do PIB em 2017 chegou a quase 1% e chegará, em 2018, a 2,6%.

O reaquecimento da economia beneficia o empreendedorismo na medida em que aumenta o consumo, facilita o acesso a crédito e gera estabilidade. Alguns desses efeitos já começam a ser percebidos: a queda da taxa Selic, atualmente em 7%, facilita o acesso a empréstimos e financiamentos, estimulando tanto o consumo quanto o empreendedorismo.

Além disso, o governo vem criando estímulos ao desenvolvimento empresarial, subsidiando empréstimos a pequenas e médias empresas com juros baixos, bem como facilitando processos de renegociação de dívidas. Adicionalmente, programas como Instituição Amiga do Empreendedor vêm buscando fomentar a qualificação entre os empreendedores brasileiros.

Apesar de esses fatores serem indícios positivos, o processo de recuperação econômica é lento. Nota-se, por exemplo, que os níveis de consumo ainda demoram a atingir os patamares anteriores, mesmo com inflação reduzida. Além disso, o clima de instabilidade política do país mostra-se como empecilho para a atração de investimentos estrangeiros e o crescimento da confiança empresarial.

Dentro de um contexto mais amplo, é interessante conhecer os impactos da chamada Quarta Revolução Industrial ou Indústria 4.0. Esses termos dizem respeito ao crescente uso de novas tecnologias para automação e digitalização de processos empresariais e industriais.

A utilização dessas novas ferramentas é uma realidade cada vez mais presente e o mercado brasileiro tem um grande potencial de crescimento ao engajar-se nessa tendência.

Principais desafios

Mesmo com perspectivas positivas para economia, o empreendedor brasileiro enfrenta, ainda, grandes desafios para crescer. Uma das maiores dificuldades encontradas é a burocracia ineficiente. A própria abertura de um negócio envolve uma extensa lista de processos burocráticos que podem levar vários meses para serem concluídos.

Após a abertura, o problema continua: de acordo com um levantamento feito pelo Banco Mundial, as empresas brasileiras gastam em média 1.958 horas por ano com obrigações tributárias. O excesso de burocracia gera gasto de capital e de tempo, conduzindo a uma perda de eficiência e produtividade.

Outro grande desafio imposto aos empresários no Brasil é a falta de experiência e qualificação. Dentro desse contexto, a dificuldade com a gestão do negócio impacta muito sua possibilidade de crescimento.

Saber organizar a estrutura da empresa e as finanças, gerir seus colaboradores e tornar os processos eficientes é fundamental para garantir a produtividade e o crescimento do negócio. Entretanto, boa parte dos empreendedores têm grandes dificuldades com a gestão, um problema que precisa ser superado.

Observa-se, por exemplo, que a maior parte das empresas brasileiras fecha por insolvência, situação muitas vezes advinda da má gestão financeira e da ausência de um controle eficiente do fluxo de caixa.

Além disso, problemas de simples organização e comunicação entre funcionários e departamentos podem causar grandes danos à eficiência da empresa, impedindo ou limitando seu crescimento.

Como superar os desafios ao crescimento

A recuperação econômica vem gerando novas oportunidades de negócios e cria um cenário fértil para a inovação e o crescimento empresarial. Além disso, a crise produziu novas formas de empreendedorismo baseadas em colaboratividade e cooperação.

Desse contexto, surge um panorama que viabiliza um crescimento empresarial pautado em criatividade e negócios que oferecem produtos e serviços de valor aos seus clientes.

Para aproveitar esse cenário, é importante ter uma gestão eficiente e organizada. Por isso, a qualificação dos gestores é processo fundamental para o desenvolvimento do empreendedorismo brasileiro. É necessário investir em educação, buscar conhecimento e implementar práticas de gestão condizentes com um mercado competitivo como o nosso.

Nessa hora, pode ser de grande ajuda contar com serviços de automatização de processos dentro da empresa. Os avanços tecnológicos e informáticos disponibilizaram diversas ferramentas que podem aumentar a eficiência da gestão das empresas, qualidade essencial para o crescimento.

Além disso, vale ficar atento às tendências econômicas para que sua empresa possa acompanhar o mercado e aproveitar oportunidades de grande valia. A queda da taxa de juros, por exemplo, barateou o acesso ao crédito, o que pode ser benéfico para quem pretende expandir seus negócios.

Cabe ressaltar, entretanto, que é importante ter um bom controle do fluxo de caixa. Portanto, o pagamento dos juros de um empréstimo ou financiamento só vale a pena quando isso se reflete em expansão dos negócios e aumento das receitas.

Saber aproveitar as oportunidades que surgem no cenário de recuperação econômica brasileira e lidar com os desafios que fazem parte da rotina empresarial exige uma gestão eficiente, que pode ser alcançada por meio da qualificação profissional. Além disso, o desenvolvimento da aplicação da tecnologia na Indústria 4.0 cria novas possibilidades para o desenvolvimento da sua empresa.

Sendo assim, manter-se informado e expandir os conhecimentos pode ser a chave para lidar com os altos e baixos do crescimento empresarial no Brasil.

Gostou do post? Se esse artigo foi útil para você, compartilhe-o nas redes sociais para que outras pessoas também possam aprender sobre o assunto!Click here to see our sample offer!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.